domingo, 31 de janeiro de 2016

Portugal: estudo comprova que mais médicos não significa mais médicos no serviço público

Mais uma vez o Brasil pode estar trilhando um caminho errado. A experiência de Portugal demonstra que o aumento de formados em Medicina não significa um aumento do número de médicos no sistema público de saúde, quando esse não oferece condições adequadas de salário, carreira e contratação para os profissionais.
"O trabalho, da autoria do médico João Correia da Cunha, da secção Sul da Ordem dos Médicos, mostra a "grande contradição sobre a classe médica em Portugal: existem demasiados licenciados em Medicina, mas o Serviço Nacional de Saúde tem cada vez menos médicos"."

A matéria completa pode ser lida clicando aqui
http://www.noticiasaominuto.com/pais/529953/demasiados-licenciados-em-medicina-mas-sns-tem-cada-vez-menos-medicos

Nenhum comentário:

Arquivo do blog

Sindicato Expresso

SINDMED-JF

SINDMED-JF
A luta sindical na Internet.

PARA INDICAR O SINDICATO EXPRESSO, CLIQUE NO LINK ABAIXO.

Indique este Site!

ASSINE O SINDICATO EXPRESSO - GRÁTIS E RECEBA EM PRIMEIRA MÃO.

Receba Sindicato Expresso por e-mail

Grupos do Google
Participe do grupo Sindicato Expresso
E-mail:
Visitar este grupo