terça-feira, 24 de fevereiro de 2015

MÉDICOS DE JUIZ DE FORA TERÃO ASSEMBLEIA GERAL DIA 03 DE MARÇO

Médicos de Juiz de Fora terão Assembleia Geral dia 03 de março
Sindicato Expresso -

 

Juiz de Fora, 24 de fevereiro de 2015

Sindicato dos Médicos de Juiz de Fora e da Zona da Mata – MG

 

 

ASSEMBLEIA GERAL DOS MÉDICOS MUNICIPAIS E MUNICIPALIZADOS DA PREFEITURA DE JUIZ DE FORA

03 de março – terça-feira – 19:30 hs – Sociedade de Medicina

 

Atenção médicos de Juiz de Fora! Atenção. Estamos em um ano de muitas lutas. A sua presença é a nossa força! Não é hora de desânimos.

 

 

Na próxima terça-feira, 03 de março, às 19 horas e trinta minutos,

será realizada uma Assembleia Geral dos médicos municipais e municipalizados que atuam no SUS de Juiz de Fora. O local é a Sociedade de Medicina e Cirurgia de Juiz de Fora, rua Braz Bernardino, 59, centro, Juiz de Fora. A pauta destaca a negociação (campanha salarial 2015) com a Prefeitura de Juiz de Fora e a situação administrativa dos médicos municipalizados, alvo de procedimentos administrativos.

 

A situação trabalhista dos médicos municipais da Prefeitura de Juiz de Fora é lastimável. O vencimento básico inicial é irrisório: não ultrapassa os três salários mínimos que prescreve a Lei 3.999/1961. Um profissional que faça um curso de seis anos em tempo integral, que faça uma especialização ou residência por, pelo menos três anos, que é, inequivocamente, mão de obra altamente qualificada, se for trabalhar para a administração pública local, tendo que passar por um concurso público, receberá um salário irrisório. O SUS em Juiz de Fora convive com a incapacidade da administração municipal em atrair e fixar profissionais médicos no serviço público.

 

Temos a declarar que a Prefeitura de Juiz de Fora, até o presente, não implementou o plano de cargos, carreira e remuneração (vencimento) acertado com a representação classista dos médicos. Permanecem como sonhos remotos a promoção de um salário decente e o fim do trabalho precário, que deve ser substituído por uma contratação transparente e democrática, baseada no concurso público, conforme prescreve a Constituição que ainda julgamos em vigor.

 

 

 

 

 

 

 

NOTA DE PESAR PELO FALECIMENTO DO DR. CARLOS ADOLPHO PEREIRA

 

 

O Sindicato dos Médicos de Juiz de Fora e da Zona da Mata de Minas Gerais, por meio de sua diretoria, lamenta profundamente o falecimento do Dr. Carlos Adolpho Pereira. Conceituado dermatologista e um dos mais conhecidos integrantes da classe médica de Juiz de Fora, deixa uma enorme lacuna em nosso meio profissional. Teve participação ativa e importante em quatro das mais importantes instituições da Medicina local: a mais que centenária Santa Casa de Misericórdia de Juiz de Fora, a Sociedade de Medicina e Cirurgia de Juiz de Fora, a UNIMED JF e a Faculdade de Medicina da Universidade Federal de Juiz de Fora. Além disso tornou-se escritor e se dedicou às artes plásticas e a obras beneméritas.

 

Entre suas inúmeras atividades, consta a sua importância na formação de gerações de médicos que fizeram seus estudos na cidade. Passaram por suas aulas centenas de médicos que exercem suas atividades em diferentes regiões do Brasil e do mundo. Muitos dermatologistas atuantes tiveram a sua formação nos cursos do professor Carlos Adolpho.

 

Ele será uma ausência sentida no meio médico e passará, indiscutivelmente, a ser um marco na História da Medicina local.

 

 

SINDICATO PARTICIPA DE REUNIÃO NO CONSELHO MUNICIPAL DE SAÚDE SOBRE O SERVIÇO DE CONTROLE DE HIPERTENSÃO, DIABETES E OBESIDADE

 

Profissionais que militam no SCHIDO – Serviço de Controle da Hipertensão, Diabetes e Obesidade – que funciona no PAM Marechal, estiveram reunidos no Conselho Municipal de Saúde, com o Secretário Executivo do Conselho, Jorge Ramos e com a Ouvidora Municipal de Saúde, Samantha Boerchar, no final da tarde de 23 de fevereiro, segunda-feira.

 

Em audiência pública ocorrida no dia 15 de janeiro, na Câmara Municipal (por iniciativa do Dr. Antônio Aguiar) o secretário municipal de saúde, Dr. José Laerte, anunciou que acatava a deliberação do Conselho Municipal de Saúde e manteria os serviços do SCHIDO. O prefeito municipal também foi sensível à reivindicação dos usuários, profissionais e conselheiros de saúde a favor da manutenção do serviço. Na ocasião, o Dr. Gilson Salomão, presidente do Sindicato dos Médicos de Juiz de Fora e da Federação Sudeste dos Médicos Brasileiros, entregou ao presidente da Câmara Municipal, Rodrigo Mattos, um abaixo-assinado de usuários e servidores do SCHIDO, pela manutenção do serviço.

 

O Secretário Geral do Sindicato dos Médicos, Geraldo Sette, compareceu à reunião, representando a entidade sindical.

 

Os profissionais temem que a entrada do serviço no CMC (Central de

Marcação de Consultas) seja feita de forma atabalhoada, mal planejada e sem diálogo com o serviço, determinando a descaracterização do serviço e o seu desmantelamento. Segundo apreciação do secretário geral do Sindicato dos Médicos, isso poderia ser um expediente burocrático para atingir os objetivos que não foram atingidos de outra forma.

 

O Secretário Geral do Sindicato afirmou que o sindicato estará atento a toda essa questão, porque tem que haver respeito nas relações de trabalho na área de saúde. Não são relações unilaterais e não deveriam ser determinadas por imposições de apenas um lado, em total assimetria. Também afirmou ser inaceitável qualquer retaliação diante da manutenção do serviço, que resulte em prejuízo de todos, os que usam e os que trabalham no serviço. Declarou que os profissionais do setor público de saúde são muito vulneráveis a várias formas de assédio moral e que, embora a prefeitura de Juiz de Fora não tenha legislação específica contra o assédio moral, os servidores públicos estaduais dispõem de lei que os protege desse flagelo. Disse que o departamento jurídico do sindicato está à disposição e preparado para proteger os servidores públicos de qualquer medida que os atinja em sua integridade moral e profissional.

Facebook
Google Plus
Twitter
 
Ver este email no navegador
Você recebeu esse email por causa da sua relação com Sindicato dos Médicos de Juiz de Fora e Zona da Mata de Minas Gerais. Por favor, reconfirme aqui o seu interesse em receber os nossos e-mails, ou, caso não queira mais recebê-los, remova a sua inscrição aqui.
Essa mensagem foi enviada para gh7a2.qwerty56@blogger.com por gh7a@ig.com.br
Rua Braz Bernardino, 59, Juiz de Fora, Minas Gerais, 36330016


Remover Inscrição | Gestão de Inscrição | Reencaminhar Email | Relatar Abuso

Nenhum comentário:

Arquivo do blog

Sindicato Expresso

SINDMED-JF

SINDMED-JF
A luta sindical na Internet.

PARA INDICAR O SINDICATO EXPRESSO, CLIQUE NO LINK ABAIXO.

Indique este Site!

ASSINE O SINDICATO EXPRESSO - GRÁTIS E RECEBA EM PRIMEIRA MÃO.

Receba Sindicato Expresso por e-mail

Grupos do Google
Participe do grupo Sindicato Expresso
E-mail:
Visitar este grupo