sexta-feira, 18 de setembro de 2015

#CRISEnoSUS - Até médicos cubanos queixam-se da falta de estrutura no sistema público de saúde

#CRISEnoSUS - Até médicos cubanos queixam-se da falta de estrutura no sistema público de saúde

Até mesmo os cubanos que atuam no Mais Médicos percebem a falta de estrutura do sistema público de saúde no Brasil. Criado em período pré-eleitoral, quando o governo era questionado nas ruas pela má qualidade dos serviços públicos, o programa esbarra na deficiência geral do sistema. O Ministério da Saúde responde com promessas. As mesmas que são repetidas há muitos anos.

G1 acompanhou o primeiro dia de atendimento de Osmayki e de sua esposa Ariana em 2013 e retornou ao município para verificar o que mudou na vida dos médicos e pacientes. Passados quase dois anos, os desafios da profissão são outros. Eles citam a ausência de medicamentos, aparelhos e equipamentos para realizar exames. Até mesmo um simples hemograma (exame que avalia as células sanguíneas) é feito na cidade mais próxima, Parnaíba, que fica distante 64 km.
Fonte: G1 - População aprova médico cubano, mas dorme em fila para exames no PI - notícias em Piauí
Telegrama Sindical: #CRISEnoSUS - Até médicos cubanos queixam-se da falta de estrutura no sistema público de saúde

Nenhum comentário:

Arquivo do blog

Sindicato Expresso

SINDMED-JF

SINDMED-JF
A luta sindical na Internet.

PARA INDICAR O SINDICATO EXPRESSO, CLIQUE NO LINK ABAIXO.

Indique este Site!

ASSINE O SINDICATO EXPRESSO - GRÁTIS E RECEBA EM PRIMEIRA MÃO.

Receba Sindicato Expresso por e-mail

Grupos do Google
Participe do grupo Sindicato Expresso
E-mail:
Visitar este grupo