quinta-feira, 11 de agosto de 2011

FAX SINDICAL 929 - 11.08.2011

FAX SINDICAL 929 - 11 DE AGOSTO DE 2011

________________________________________________

De: Sindicato dos Médicos de Juiz de Fora
Assunto: Presidente do Sindicato dos Médicos participa de reunião da FESUMED e crise no SUS leva Custódio Mattos a nomear nova secretária de Saúde.

________________________________________________

Aviso Sindical:

No próximo dia 16 de agosto, terça-feira, haverá nova Assembléia Geral Extraordinária com os médicos municipais e municipalizados que trabalham para a Prefeitura de Juiz de Fora. O local é a Sociedade de Medicina e Cirurgia e o horário é 19 horas e 30 minutos. Solicitamos aos médicos que mobilizem os colegas de trabalho, porque assembléia cheia é sinal de força da categoria profissional. Entre os assuntos a serem discutidos estão a remuneração vil, a proposta de gratificação para plantonistas e o edital do PSF com salário que não existe. Compareçam! Mobilizem!


O Presidente do Sindicato dos Médicos de Juiz de Fora, Gilson Salomão, encontra-se em Vitória, onde toma posse de uma vice-presidência da FESUMED (Federação dos Médicos do Sudeste), federação sindical médica ligada à FENAM (Federação Nacional dos Médicos). Esse ato reveste-se de grande importância porque deixa clara a importância e o desenvolvimento do movimento sindical médico em Juiz de Fora e região.

Na pauta de discussões estará a precarização dos serviços públicos de saúde, realizada sistematicamente sob a forma de terceirizações de atividade fim em estabelecimentos públicos de saúde e outros meios. Esse expediente tem servido para golpear a Constituição Federal, que admite acesso de pessoas ao serviço público apenas por concurso. Tem dado margem a escândalos e intermediação de mão de obra.

Além desse tema, o Presidente do Sindicato discutirá com dirigentes da FESUMED e da FENAM apoio jurídico para recursos de ações judiciais que o Sindicato dos Médicos move contra a Prefeitura e outras ações, como a que pede a reconsideração da ilegalidade da greve dos médicos municipais, decidida pelo Tribunal de Justiça de Minas Gerais. Em caso de decisão desfavorável, o Sindicato deverá prosseguir essa batalha jurídica em Brasília.

A greve é considerada justa pelos profissionais, haja vista a falta de condições de trabalho ocasionada pela carência de profissionais, pelas condições precárias dos serviços de saúde, pela falta de prontuários, comissões de ética e direções clínicas e pelo salário aviltado. O município de Juiz de Fora parece passar ao largo das leis e das normas que regem o exercício ético da Medicina no Brasil.

Hoje, 11 de agosto, o plantão de cirurgia do HPS, referência para trauma em Juiz de Fora e região, encontrava-se fechado. Motivo: falta de médicos. Essa realidade contrasta com discurso de normalidade que Custódio Mattos tenta passar para a população, procurando esconder a maior crise da história do SUS em Juiz de Fora. Essa crise deve ser resolvida pelo caminho das negociações e da vontade política da administração. Caso contrário, será uma nódoa na biografia política do atual Prefeito.

Esperamos que a nova secretária de saúde tenha voz ativa e iniciativa política para patrocinar o diálogo. Ainda não há acordo entre a Prefeitura e o Sindicato dos Médicos e as tratativas com o secretário de CUstódio, Vitor Valverde, resultaram em fracassos, já que nenhum dos pontos da pauta de reivindicações dos médicos foi equacionado ou teve sua solução encaminhada de forma satisfatória e consistente.

Acompanhe o Fax Sindical no Twitter em http://twitter.com/faxsindical

Nenhum comentário:

Arquivo do blog

Sindicato Expresso

SINDMED-JF

SINDMED-JF
A luta sindical na Internet.

PARA INDICAR O SINDICATO EXPRESSO, CLIQUE NO LINK ABAIXO.

Indique este Site!

ASSINE O SINDICATO EXPRESSO - GRÁTIS E RECEBA EM PRIMEIRA MÃO.

Receba Sindicato Expresso por e-mail

Grupos do Google
Participe do grupo Sindicato Expresso
E-mail:
Visitar este grupo