terça-feira, 25 de agosto de 2009

Fax Sindical 182

Sindicato dos Médicos de Juiz de Fora.
=====================================
_______ FAX SINDICAL 182 __________
=====================================
Número 182 / Ano IV / 25.agosto.2009

AVISO IMPORTANTE! ATENÇÃO! DIVULGUE!

ATENÇÃO MÉDICOS DA PREFEITURA! DIVULGUEM! AVISEM AOS COLEGAS!
AÇÃO DOS 25% - JUIZ NOMEIA PERITO PARA AVALIAR AS PERDAS SALARIAIS DOS
MÉDICOS DA PREFEITURA.

OS 25% REFEREM-SE AO PERCENTUAL QUE OS MÉDICOS RECEBEM A MENOS DO QUE
OS DEMAIS PROFISSIONAIS DE NÍVEL SUPERIOR, ENFERMEIROS, ASSISTENTES
SOCIAIS, ADVOGADOS, PSICÓLOGOS, ETC... QUANDO A PREFEITURA INSTITUIU
ESSA INJUSTIÇA, IGNOROU A CARGA HORÁRIA ESPECIAL DOS MÉDICOS DEFINIDA
PELA LEI FEDERAL 3999/1961 E OCASIONOU UMA PERDA SALARIAL
SIGNIFICATIVA PARA OS MÉDICOS. ISSO ESTÁ SENDO COBRADO NA JUSTIÇA,
DEVIDO ÀS SUCESSIVAS NEGATIVAS DAS VÁRIAS ADMINISTRAÇÕES MUNICIPAIS EM
NEGOCIAR ESSE PONTO. AGORA FOI NOMEADO UM PERITO PARA AVALIAR O
TAMANHO DO PREJUÍZO DADO AOS MÉDICOS DA PREFEITURA. O PERITO PRECISA
SER PAGO.

AÇÃO CONTRA PREFEITURA - os médicos da Prefeitura prejudicados com
discriminação salarial, 25% a menos que os demais profissionais de
nível superior, devem acompanhar com atenção a ação judicial que o
Sindicato dos Médicos move contra a Prefeitura de Juiz de Fora. O
Sindicato reivindica na Justiça a compensação das perdas salariais
sofridas com essa medida. Atualmente foi nomeado um Perito para
avaliar essas perdas salariais e verificar o total dos prejuízos que
os médicos estão tendo com essa discriminação salarial. Os honorários
do Perito são de 15.000 reais. Portanto, o Sindicato dos Médicos está
recolhendo uma contribuição de 30 (trinta) reais, de cada médico da
Prefeitura interessado na ação. Informações podem ser dadas na
secretaria do Sindicato, telefone 32-32172101.

CALOTE NO SUS - PREFEITURA TUNGA DEZ POR CENTO DOS SERVIÇOS
HOSPITALARES AUTORIZADOS E DEVIDAMENTE REALIZADOS.

Nos meses de junho e julho a administração municipal cortou dez por
cento do valor dos honorários médicos e das despesas hospitalares
decorrentes de serviços prestados pelos hospitais privados conveniados
ao SUS e pelos médicos autônomos que ainda prestam serviços ao SUS.
Trata-se de um CONFISCO ILEGÍTIMO DE HONORÁRIOS PROFISSIONAIS POR
SERVIÇOS QUE FORAM EFETIVAMENTE PRESTADOS.

A Associação dos Hospitais já se dirigiu à Secretaria de Saúde para
solicitar a manutenção dos tetos físico e orçamentário para o SUS
local. Os médicos estão indignados com o comportamento da
administração Custódio de Matos, que retém impunemente honorários
devidos aos profissionais.

No contexto atual, quando a administração do Custódio cortou o ponto
apenas dos médicos que fizeram greve contra sua péssima remuneração e
contra a deterioração das condições de trabalho, a tunga dos
honorários do SUS é mais uma demonstração de má vontade da atual
administração contra a classe médica. E ainda falam em operacionalizar
UPAS e hospital ex-da zona norte. Em relação ao SUS, a administração
ainda tem que fazer um gesto de boa vontade muito grande para corrigir
todos esses erros. Há uma relação cheia de atritos e rancores e
desconfianças que estão sendo alimentadas pelo comportamento dos
atuais hóspedes do poder municipal.

ONDE ESTÁ WALLY? Em meio à ameaça da gripe suína, às tensões
trabalhistas, ao calote de honorários dos médicos de atendem ao SUS, à
vizinhança do tempo da dengue e à crise de abastecimento e logística
do SUS, a Secretaria Municipal de Saúde passa por um período de
acefalia. A atual secretária, já anunciou publicamente a sua demissão
por falta de disponibilidade. Não podia conciliar a sua vida
profissional com o cargo transitório de gestora da saúde. E continua
no cargo, mesmo sem tempo, porque ninguém sabe onde está a nova
secretária anunciada pelo Prefeito. Maria Rute dos Santos, funcionária
da ANVISA, órgão do governo federal, ainda não assumiu a secretaria.
Desde meados da semana passada os curiosos que lêem os Atos do Governo
não tomaram conhecimento de onde está a futura secretária. Mais um
mistério do atual desmando da saúde pública em Juiz de Fora.

VALENTIA - mensagem para Brasília!

QUEREM DAR UM TAPA NA MESA DO MINISTRO!

Em Juiz de Fora, um órgão local de imprensa, muito ligado à
administração municipal, noticiou em uma de suas colunas que o Sr.
Secretário de Estado da Saúde do Governo Aécio (PSDB) iria até
Brasília procurar o Ministro Temporão (PMDB). A sua disposição valente
era impor ao ministro uma saída para as construções que o Governo do
Estado fez em 2 bairros da cidade, duas policlínicas que continuam
desertas e fechadas, totalmente inúteis. Elas deveriam ser UPAS, mas
foram construídas antes da publicação das normas próprias para esse
tipo de unidade de saúde e não atendem às especificações próprias.
Viraram elefantes brancos doados pelo Governo de Aécio à Prefeitura de
Juiz de Fora. A população, frustrada, vê os prédios vazios. O
secretário, segundo uma coluna da imprensa local, vai dar um tapa na
mesa de Temporão para obrigá-lo a comprar o bonde e passar o recibo no
mico que o Governo de Minas pagou. Vamos ver no que vai dar. Vamos ver
se a valentia do secretário tucano vai impressionar o Ministro do
Governo Lula.

Nenhum comentário:

Arquivo do blog

Sindicato Expresso

SINDMED-JF

SINDMED-JF
A luta sindical na Internet.

PARA INDICAR O SINDICATO EXPRESSO, CLIQUE NO LINK ABAIXO.

Indique este Site!

ASSINE O SINDICATO EXPRESSO - GRÁTIS E RECEBA EM PRIMEIRA MÃO.

Receba Sindicato Expresso por e-mail

Grupos do Google
Participe do grupo Sindicato Expresso
E-mail:
Visitar este grupo