quinta-feira, 29 de outubro de 2009

Telegrama_Sindical_187

187
====================================
-.- TELEGRAMA SINDICAL N°.187 -.-
====================================
Sindicato dos Médicos de Juiz de Fora
29 de outubro de 2009.
-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-

---------------------------------------
MINISTÉRIO PÚBLICO denuncia administração CUSTÓDIO DE MATOS pela situação do SUS em Juiz de Fora.
---------------------------------------
O Ministério Público quer saber porque os pacientes do SUS de Juiz de Fora estão prejudicados no atendimento aos casos de Neurocirurgia e Cirurgia de Mão. A Ouvidora Municipal de Saúde, Samantha Boechar, identifica o problema. Um cirurgião de mão receberia hoje 40 reais por uma cirurgia altamente especializada. A carência de profissionais da Neurocirurgia decorre da má remuneração que a Prefeitura de Juiz de Fora reserva aos médicos em geral. A Neurocirurgia é uma das especialidades mais atingidas. A administração CUSTÓDIO DE MATOS ainda não reconheceu que a Prefeitura de Juiz de Fora paga muito mal aos médicos. A deterioração dos serviços de urgência e emergência é alvo de outros inquéritos abertos pelo Ministério Público.

Enquanto isso, o Sindicato dos Médicos aguarda que o Prefeito nomeie oficialmente as comissões que vão tratar de um plano de cargos, carreira e salários para os médicos e das condições de atendimento. A Prefeitura acredita que os médicos estão medrosos e acovardados por causa da repressão da administração de CUSTÓDIO DE MATOS, que cortou salários dos médicos municipais em represália ao movimento reivindicatório por salários decentes e condições dignas de atendimento à população.

----------------------------------------------------
O que faz o Sindicato?
----------------------------------------------------

No dia 28 de outubro, DIA DO FUNCIONÁRIO PÚBLICO, as páginas mantidas pelo Sindicato na Internet, o Fax Sindical e o Sindicato Expresso, alcançaram a marca de 242.500 visitas. Uma contabilidade respeitável na blogosfera brasileira. Desde novembro de 2008 já distribuimos mais 30.000 correspondências eletrônicas - email - destinados à classe médica, às entidades médicas, a entidades sindicais, a associações de servidores dos poderes executivo, legislativo e judiciário, a órgãos da imprensa e jornalistas, sobre a situação do SUS em Juiz de Fora e em Minas Gerais. Cerca de 600 informes foram despachados por fax. Nos últimos dois anos o Sindicato distribuiu mais de 20 mil panfletos para esclarecer à população e aos médicos sobre a situação crítica da saúde no município e no estado. Foram feitas dezenas de notas publicadas em jornais, às expensas do Sindicato, bem como inserções em emissoras de rádio. Foram enviadas cartas, ofícios e requerimentos a autoridades e órgãos públicos, em defesa do médico e de um trabalho decente para os profissionais. Várias ações judiciais contra a Prefeitura de Juiz de Fora e o Estado de Minas Gerais estão em andamento. Diretores do Sindicato participaram de audiências públicas, audiências de conciliação, reuniões com autoridades e sindicalistas e com secretários da Prefeitura para defender uma melhor qualidade de atendimento no SUS e condições decentes de trabalho para o médico. Durante a recente paralisação e greve os médicos realizaram atos públicos que tiveram repercussão na cidade. Só não fomos ainda recebidos pelo Prefeito CUSTÓDIO DE MATOS.

Esse trabalho custou horas de trabalho de organização e elaboração aos diretores do Sindicato, horas que foram subtraídas ao trabalho, ao convívio familiar e ao lazer.

E diante da pergunta que não quer calar: o que faz o Sindicato? A resposta evidente: o Sindicato é a representação classista dos médicos de Juiz de Fora e da Zona da Mata. Essa representação sendo forte, a categoria será igualmente forte. Para que sejamos fortes há necessidade de união e participação. O Sindicato dos Médicos diferencia-se das demais entidades e instituições médicas por ser o único órgão oficialmente habilitado a lidar com as questões de relações de trabalho dos médicos, emprego, salário, renda e aposentadoria.

O Sindicato faz política? Faz sim. Faz contra salário ruim e condições inadequadas de trabalho. Contra a exploração do médico e o assédio moral. Faz política de defesa e promoção da classe médica. A política do Sindicato é a do exercício ético da Medicina, do emprego decente, do salário justo e pela valorização dos serviços públicos de saúde, no interesse da nossa população.

Notícias sindicais 24 horas? Procure em http://www.twitter.com/faxsindical

Nenhum comentário:

Arquivo do blog

Sindicato Expresso

SINDMED-JF

SINDMED-JF
A luta sindical na Internet.

PARA INDICAR O SINDICATO EXPRESSO, CLIQUE NO LINK ABAIXO.

Indique este Site!

ASSINE O SINDICATO EXPRESSO - GRÁTIS E RECEBA EM PRIMEIRA MÃO.

Receba Sindicato Expresso por e-mail

Grupos do Google
Participe do grupo Sindicato Expresso
E-mail:
Visitar este grupo