segunda-feira, 1 de fevereiro de 2010

Telegrama Sindical 224 31.01.2010

[31.01.2010 - Telegrama Sindical 224]
=============================
Telegrama Sindical 224
=============================
Sindicato dos Médicos de Juiz de Fora
----------------------------------------------
Ano V N#224 * 31 de janeiro de 2010
=====================================

----------------------------------------------
AVISO SINDICAL
______________________________

Médico de Juiz de Fora e região:
Só a União faz a força. A lição é antiga, mas o aprendizado é longo e
difícil. Em 2010 faça a sua parte na luta pelo fortalecimento de sua
categoria profissional e de seus próprios interesses. Sindicalize-se.
Compareça às Assembléias sindicais. Leia e divulgue o Telegrama
Sindical. Tenha o direito de cobrar resultados fazendo a sua parte.
__________________________________________

AGENDA SINDICAL.
-------------------------------------
Próximas reuniões:
03 de fevereiro de 2010 - no Ministério do Trabalho / Subdelegacia de
Juiz de Fora. Assunto: Negociações coletivas com a rede privada.
Médicos que atuam em hospitais, clínicas, casas de saúde e similares
de Juiz de Fora e da Zona da Mata devem ficar atentos. Atenção à
Assembléia para tratar do assunto. O Sindicato divulgará a data,
oportunamente.
11 de fevereiro de 2010 - depois da primeira e decepcionante reunião
para tratar da situação da urgência e emergência no SUS de Juiz de
Fora, esperamos que esta segunda reunião seja melhor sucedida. Os
médicos que atuam nos serviços de urgência e emergência da Prefeitura
de Juiz de Fora deverão ficar atentos. Em breve será convocada uma
Assembléia para os médicos INTERESSADOS que trabalham no setor de
urgência e emergência da Prefeitura (HPS, NORTE, LESTE, PAI, SAMU,
CENTRAL DE VAGAS, REGULAÇÃO).
___________________________________________

PREFEITURA DE JUIZ DE FORA.
Comissões/grupos de trabalho.
--------------------------------------------------

O Sindicato dos Médicos e todos os médicos que são funcionários
públicos municipais aguardam com atenção e ansiedade a reunião da
comissão que vai tratar de um plano de cargos, carreiras e salários
para os médicos. Essa comissão é vista como A ÚLTIMA ESPERANÇA para os
médicos do serviço público municipal, considerando a baixa remuneração
e a falta de perspectivas de carreira que atualmente desestimulam os
profissionais da Medicina de servirem à Prefeitura.

A Comissão que será encarregada de monitorar e avaliar as condições de
atendimento médico à população de Juiz de Fora também ainda não
iniciou as suas atividades. Apelamos aos médicos, profissionais de
saúde e usuários que continuem enviando suas denúncias para o
Sindicato dos Médicos, inclusive aceitamos fotos e vídeos. Esse
material é importante, inclusive para subsidiar o trabalho dessa
futura comissão. No HPS, houve plantões com apenas um plantonista na
Clínica Médica. Houve dias que o CTI do HPS ficou sem plantonista.
Fatos gravíssimos. Mas a Prefeitura nunca reconheceu, de forma clara,
que há falta de médicos em serviços essenciais e nem admitiu que os
salários péssimos pagos pela Prefeitura aos médicos sejam um fator
determinante dessa carência. Esse assunto deve ser tratado com
responsabilidade porque envolve um assunto grave e de interesse geral.

Essas comissões foram aceitas por acerto entre a administração
municipal e o Sindicato, no final do movimento grevista, no dia 11 de
julho de 2009. Final de Janeiro de 2010 - nenhuma comissão começou a
funcionar. Elas demonstram a boa vontade do Sindicato para negociar.
Aguardamos que a administração municipal honre a sua parte no acordo.

Em fevereiro aguardamos o reinício das atividades do Forum
Intersindical. Estamos mantendo contato com outras entidades sindicais
e aguardamos uma reunião com as entidades médicas (Conselho e
Sociedade de Medicina), em reconhecimento à gravidade dos problemas
que enfrentamos.
__________________________________________

IMPORTANTE! Assuntos pendentes.
----------------------------------------------------------

AMAC - RESCISÃO TRABALHISTA.
-O Sindicato dos Médicos está atento para defender os direitos
trabalhistas dos médicos da AMAC que estão sendo demitidos. Aguardamos
que a rescisão trabalhista seja feita em conformidade com a legislação
trabalhista e respeite os direitos dos médicos.

CORTE DIAS PARADOS.
Os médicos fizeram um movimento legítimo em defesa de salários
decentes e condições adequadas de trabalho. A administração Custódio
de Matos não aceitou negociar e reprimiu o movimento, visando
acovardar e submeter os profissionais. A medida pode ser chamada de
discricionária, porque atingiu apenas os médicos, embora outras
categorias tenham feito greves e paralisações. Essa medida, sem
dúvida, ficará marcada como uma cicatriz nas relações entre o
Sindicato e a atual administração municipal. Uma idéia infeliz, que
contribui para a deteriorar as relações entre as partes.
Os médicos celetistas (que têm carteira assinada _ PSF) poderão se
beneficiar de ação que corre na Justiça do Trabalho, em defesa de que
a Prefeitura os indenize pelos cortes salariais discricionários e
repressivos.


PERDAS SALARIAIS.

Os médicos da Prefeitura de Juiz de Fora sofrem, há muito tempo, de
discriminação salarial. Ganham vinte e cinco por cento a menos do que
o nível superior. Essas perdas salariais, impostas desde que foi
adotada a atual tabela, nunca foram corrigidas. Essa ofensa à classe
médica foi feita como modo de punir os profissionais pela sua
conquista de ter uma carga horária especial. O assunto é objeto de
ação judicial, mas o Sindicato dos Médicos considera a importância de
uma solução negociada.
__________________________________________

NOTA

Entre as atividades sindicais está a preparação para a campanha
salarial de 2010 da Prefeitura. A mobilização e o esclarecimento da
opinião pública serão importantíssimas esse ano. Com sérias perdas de
salário e renda os médicos municipais têm consciência da importância
da campanha salarial desse ano.
----------------------------------------------------------------

Nenhum comentário:

Arquivo do blog

Sindicato Expresso

SINDMED-JF

SINDMED-JF
A luta sindical na Internet.

PARA INDICAR O SINDICATO EXPRESSO, CLIQUE NO LINK ABAIXO.

Indique este Site!

ASSINE O SINDICATO EXPRESSO - GRÁTIS E RECEBA EM PRIMEIRA MÃO.

Receba Sindicato Expresso por e-mail

Grupos do Google
Participe do grupo Sindicato Expresso
E-mail:
Visitar este grupo