sexta-feira, 6 de novembro de 2020

Rio - Prefeitura libera volta às aulas presenciais na pandemia e Sindicato dos Professores defende greve

No Rio, em plena pandemia, o prefeito Crivella autoriza a abertura de escolas e creches municipais. Ao mesmo tempo foge da responsabilidade de sua decisão, transferindo a cada unidade de ensino a responsabilidade pela volta de atividades presenciais. 


O prefeito do Rio não faz boa figura nas pesquisas eleitorais e é de se acreditar que parte dessa avaliação negativa venha da forma como lidou com a pandemia. 


O Sindicato dos Professores, SEPE-RJ, que representa os professores municipais, comenta a atitude do prefeito:

(Matéria do jornal EXTRA, que pode ser lida em https://extra.globo.com/emprego/servidor-publico/sindicato-defende-greve-da-educacao-mesmo-com-autorizacao-do-retorno-das-atividades-presenciais-no-rio-24728949.html )

"Ao anunciar que as escolas poderão decidir de forma voluntária se abrirão ou não, em plena pandemia, a prefeitura além de descentralizar a decisão, joga todo o peso de uma eventual crise sanitária para a direção e comunidade escolar. O Sepe RJ repudia esta atitude do prefeito Crivella, que desconsidera as evidências da continuidade da circulação do coronavírus e estimula a quebra do isolamento social com o afrouxamento das medidas que são a única forma eficaz de evitar a propagação da Covid-19 na cidade do Rio de Janeiro", afirmou o sindicato no comunicado.”


Nenhum comentário:

Arquivo do blog

Sindicato Expresso

SINDMED-JF

SINDMED-JF
A luta sindical na Internet.

PARA INDICAR O SINDICATO EXPRESSO, CLIQUE NO LINK ABAIXO.

Indique este Site!

ASSINE O SINDICATO EXPRESSO - GRÁTIS E RECEBA EM PRIMEIRA MÃO.

Receba Sindicato Expresso por e-mail

Grupos do Google
Participe do grupo Sindicato Expresso
E-mail:
Visitar este grupo