domingo, 13 de dezembro de 2009

TELEGRAMA SINDICAL 197

================================================================

 

TELEGRAMA SINDICAL 197

 

================================================================

 

Ano V  Número 197  Juiz de Fora, 13 de dezembro de 2009.

 

________________________________________________________________

 

Sindicato dos Médicos de Juiz de Fora e da Zona da Mata.

 

----------------------------------------------------------------

(3 pp.) DIRETORIA DO SINDICATO DOS MÉDICOS – fim de ano com agenda sobrecarregada e preparação das lutas de 2010./// Ação dos dias cortados em represália a movimento legítimo da categoria: Sindicato continua recebendo contracheques para ação na Justiça do Trabalho contra Prefeitura/AMAC./// Macartismo mineiro: Professores organizam campanha para desmascarar campanha publicitária de Aécio sobre situação da Educação em Minas Gerais.// A política da Zona da Mata está submergindo à corrupção? Veja no link do Novojornal /// E mais: tramitação do ato médico – conheça o teor do projeto.+ Mutirão de cirurgias eletivas é cortina de fumaça que esconde a dura realidade do trabalho médico.+ Greve de médicos no Piauí, um relato.

------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

ATIVIDADES SINDICAIS – Essa semana estão previstas reuniões de Diretoria do Sindicato dos Médicos. A primeira com a Secretaria de Administração e Recursos Humanos da Prefeitura de Juiz de Fora, tendo como pauta a situação dos médicos do PSF/ESF. Dessa reunião participarão também o Conselho Municipal de Saúde, o SINSERPU e o Ministério Público Estadual. Na segunda-feira, 14, está previsto ato público no Calçadão e concentração na Câmara. Esses eventos são programados pelo Fórum Sindical Permanente e fazem parte da luta contra o arrocho fiscal da administração municipal, que quer promover um aumento absurdo do IPTU e contra a destruição da carreira dos servidores públicos municipais, pela instituição de uma gorjeta por pretensa produtividade. Esses projetos oficiais prejudicam e discriminam aposentados e pensionistas.  A Diretoria do Sindicato também deverá se reunir com o Fórum Sindical Permanente para traçar as estratégias de luta contra o arrocho de Custódio. Outras reuniões poderão ser convocadas em razão da urgência de certas situações. Essas atividades realizam-se sem prejuízo das tarefas administrativas e jurídicas da Diretoria do Sindicato.

------------------------------------------------------------------------

Atenção médicos do PSF – ação de cobrança contra a Prefeitura. O Sindicato está na Justiça do Trabalho contra a Prefeitura de Juiz de Fora. Motivo: os cortes salariais praticados arbitrariamente em represália ao movimento dos médicos por condições decentes de atendimento à população e salários dignos. Favor levar os contracheques com os cortes salariais para que a AMAC seja obrigada a pagar o que foi cortado injustamente.

-----------------------------------------------------------------------

 

PROFESSORES UNEM-SE CONTRA A FARSA E O MACARTISMO MINEIRO

.

Movimento recolhe denúncias contra situação precária do ensino público em Minas Gerais. O objetivo é desmentir a mistificação oficial feita por propagandas caríssimas do Governo de Aécio Neves na TV.

-----------------------------------------------------------------------

O LUGAR ONDE EU MORO – (Novembro de 2009 )

 

O lugar onde eu moro professor do estado não é valorizado;

 

Do lugar de onde eu venho tenho curso superior específico para lecionar  e meu piso salarial é de R$ 545,00;

 

No lugar de onde eu venho estou há mais de 10 anos sem ter reposição salarial;

 

È neste mesmo lugar que o Governo de Minas diz não ter dinheiro em caixa para melhorar o salário dos professores, mas gasta dinheiro o tempo todo com propagandas fictícias na TV sobre educação em horário nobre;

 

No lugar onde eu vivo ninguém nunca viu nenhum professor estadual na TV sorrindo e falando bem da situação a que passam;

 

Do lugar de onde eu venho os professores estão humilhados e passando dificuldades financeiras;

 

E é neste mesmo lugar que toda semana tem relatos de agressão a professores dentro da escola.

---------------------

Pedimos a todos que repassem essa mensagem  precisamos da internet pois não temos voz na mídia.

 

Professor não se cale mais a internet é uma rede mundial de computadores faça também o seu protesto.

 

Obrigado a todos.

Mande sua manifestação de apoio para:        profdeminasnamiseria@yahoo.com.br

-----------------------------------------------------------------------

 

ZONA DA MATA DE MINAS GERAIS ESTÁ SE TRANSFORMANDO EM QG DA CORRUPÇÃO. Quer saber como? Clique no link http://www.novojornal.com/politica/noticia/zona-da-mata-mineira-revoltada-11-11-2009.html

Por que a Zona da Mata não tem apresentado desenvolvimento satisfatório e nem melhoria de seus indicadores sociais? Por que a qualidade de vida da maioria dos seus moradores não tem apresentado melhora sensível?

 

-----------------------------------------------------------------------

 

ATO MÉDICO

-----------------------------------------------------------------------

Conheça a lei do ato médico, tal como ela está atualmente. Faça download do documento completo no link:

http://www.portalmedico.org.br/atomedico/arquivos/pls25.doc

 

-----------------------------------------------------------------------

 

SUS DESESTIMULA MÉDICOS :FILAS DE ESPERA POR CIRURGIAS

-----------------------------------------------------------------------

Mato Grosso: também lá tem fila de espera por cirurgia pelo SUS. Se quiser saber mais clique no link http://www.expressomt.com.br/noticiaBusca.asp?cod=50224&codDep=3

A solução dos gestores é um mutirão. Depois, tudo continua como dantes. Os médicos com seu salário precário continuarão se queixando e aguardando hipotéticos dias melhores.

-----------------------------------------------------------------------

 

GREVE DOS MÉDICOS NO PIAUÍ.

-----------------------------------------------------------------------

Em defesa de um trabalho decente para os médicos do serviço público, uma série de movimentos têm sido desencadeados. No Nordeste, as greves em Teresina, no Estado de Pernambuco e em Alagoas têm tido movimentos muito consistentes. Há um crescente entendimento que há um desequilíbrio contra a categoria médica. Por um lado, um padrão de exigências crescentemente elevado. No outro prato da balança, salários desprezíveis e condições deterioradas de trabalho.

 

A resposta a este desequilíbrio, diante da indiferença das autoridades, dos governantes e legisladores, tem sido a mobilização, atos públicos, manifestos, greves e paralisações. Onde os médicos não conseguem união satisfatória para conduzir seus movimentos, os salários deterioram-se, as condições de trabalho tornam-se insustentáveis e as exigências, até mesmo as mais descabidas, crescem em excessos insuportáveis.

 

Aqui indicamos o link da notícia sobre a greve dos médicos no Piauí. Abaixo transcrevemos a notícia para apreciação dos interessados.

 

http://www.cidadeverde.com/printpage.php?id=49594

------------------------------------------------------------------------

11/12/09, 21:06

Médicos decidem voltar ao trabalho e prometem greve no próximo mês

Categoria decidiu voltar às atividades em função das festas de fim de ano, mas marcou data da greve: 7 de janeiro.

 

 

Depois de mais de uma hora em assembleia geral, médicos do Piauí decidiram suspender a paralização iniciada na última quarta-feira e não deflagrar greve neste mês. A categoria alegou respeito à população em função das festas de fim de ano. No entanto, o indicativo de suspensão das atividades por tempo indeterminado continua mantido para o dia 7 de janeiro de 2010.

 

 

Leonardo Eulálio: se não houver acordo, 2010 começa com greve

 

Na assembleia da noite desta sexta-feira (11), chegou-se a cogitar novas paralisações de 72 horas para se evitar o início da greve no fim de ano, mas a proposta foi vencida. A partir deste sábado, a categoria volta ao trabalho normalmente, mas ainda aguarda posição do poder público sobre o pedido de reajuste do piso salarial, que subiria para R$ 3,5 mil até 2012 em aumento escalonado.

 

O Sindicato dos Médicos do Piauí - Simepi -, comandado pelo presidente Leonardo Eulálio, citou exemplos de greves ocorridas recentemente em Alagoas e na cidade do Recife/PE, que persistiram até que a proposta fosse aceita. Uma nova assembleia foi marcada para o dia 6 de janeiro, e caso não existam avanços nas negociações, a greve começa no dia 7, uma quinta-feira.

 

Também nesta sexta-feira, a secretária estadual de Administração, Regina Sousa, alegou que o percentual de reajuste iria provocar um desequilíbrio das contas públicas. "Eu não tenho como tirar. No orçamento não cabe o reajuste que eles estão pedindo, 30% a cada 6 meses. Não é que eles não mereçam", declarou.

 

Em Teresina, o presidente da Fundação Municipal de Saúde - FMS -, Firmino Filho, reafirmou que o reajuste causaria um impacto de R$ 65 milhões anuais na folha de pagamento da Prefeitura, dinheiro que seria suficiente para manter o Hospital de Urgência de Teresina - HUT - funcionando por um ano.

 

Fábio Lima

 

Nenhum comentário:

Arquivo do blog

Sindicato Expresso

SINDMED-JF

SINDMED-JF
A luta sindical na Internet.

PARA INDICAR O SINDICATO EXPRESSO, CLIQUE NO LINK ABAIXO.

Indique este Site!

ASSINE O SINDICATO EXPRESSO - GRÁTIS E RECEBA EM PRIMEIRA MÃO.

Receba Sindicato Expresso por e-mail

Grupos do Google
Participe do grupo Sindicato Expresso
E-mail:
Visitar este grupo