segunda-feira, 1 de junho de 2009

PREFEITURA INDIFERENTE A REIVINDICAÇÕES DOS MÉDICOS.

Sindicato dos Médicos de Juiz de Fora. (01/06/2009)
=======================================
<<<<<<<<<* TELEGRAMA SINDICAL *>>>>>>>>
=======================================
NÃO AVANÇARAM AS NEGOCIAÇÕES ENTRE A ADMINISTRAÇÃO CUSTÓDIO DE MATOS E OS MÉDICOS DA PREFEITURA DE JUIZ DE FORA.

01 de junho - mais uma infrutífera rodada de negociações entre o Secretário Vítor Valverde e a Diretoria do Sindicato dos Médicos.
As portas da administração de Custódio de Matos (PSDB-MG) continuam fechadas para os médicos da Prefeitura. O Secretário de Administração, Vítor Valverde, repete, como um mantra, que a Prefeitura passa pela pior crise financeira de sua história e repele todas as reivindicações dos médicos.
Insiste o Secretário de Administração que os processos de seleção pública da AMAC estão fora da alçada da administração, que tudo depende do T.A.C., Termo de Ajuste de Conduta, a ser assinado entre Prefeitura e Ministério Público do Trabalho. Diz que haverá concurso público, sem redução de vagas e que o tempo de exercício dos atuais médicos do PSF será aproveitado. Diz que será instituída uma carreira para médicos do PSF.
Quer o Secretário Vítor Valverde que só seja discutido aumento para as gratificações de urgência e emergência e que o assunto será debatido por uma comissão formada pela administração municipal e sindicatos, inclusive o dos médicos. Diz que o dinheiro para financiar esse aumento de penosidades será tirado de outras penosidades e horas extras que, segundo ele, estão sendo pagas indevidamente.
Não nos oferece sequer a reposição do IPCA, como foi paga aos funcionários da Câmara e nem aceita a elevação do vencimento básico inicial dos médicos ao patamar de três salários mínimos definido pela Lei 3999/1961.
O salário dos médicos da Prefeitura de Juiz de Fora chegou ao fundo do poço. Médicos da PJF contratados pela AMAC estão sob risco concreto de demissão. As penosidades de muitos funcionários da urgência e emergência estão sob ameaça de cortes. O salário péssimo pago pela Prefeitura não atrai e nem fixa profissionais. As condições de trabalho estão deterioradas e a administração Custódio de Matos tenta tapar o sol com a peneira.
Essa nossa Assembléia do dia 03 de junho, quarta-feira, será decisiva para os rumos do movimento. Até agora a administração Custódio de Matos não deu qualquer prova de sensibilidade para os problemas dos médicos da Prefeitura.
SEM UNIDADE NÃO SEREMOS NADA

Um comentário:

Taciana disse...

FENAM lança plano de carreira para os médicos de todo o país

http://portal.fenam2.org.br/portal/showData/385658

Arquivo do blog

Sindicato Expresso

SINDMED-JF

SINDMED-JF
A luta sindical na Internet.

PARA INDICAR O SINDICATO EXPRESSO, CLIQUE NO LINK ABAIXO.

Indique este Site!

ASSINE O SINDICATO EXPRESSO - GRÁTIS E RECEBA EM PRIMEIRA MÃO.

Receba Sindicato Expresso por e-mail

Grupos do Google
Participe do grupo Sindicato Expresso
E-mail:
Visitar este grupo