quinta-feira, 2 de julho de 2009

JUIZ DE FORA - REPERCUTE A GREVE DOS MÉDICOS DA PREFEITURA.

Sindicato dos Médicos de Juiz de Fora.
=======================================
<<<<<<< *** FAX SINDICAL *** >>>>>>>
=======================================
INFORMES SOBRE A GREVE DOS MÉDICOS DA PREFEITURA DE JUIZ DE FORA.

O movimento grevista dos médicos da Prefeitura de Juiz de Fora, contra a remuneração precária, o trabalho precário e a deterioração do sistema público de saúde atingiu o seu terceiro dia com a ampliação das adesões, em especial na atenção secundária.
Várias unidades de saúde estão funcionando. Todas as que realizam pronto atendimento estão mantidas, os serviços hospitalares estão funcionando, até o momento, com escala normal. Algumas unidades de atenção secundária, como é o caso do PAM Marechal, estão com funcionamento parcial, porque os médicos municipalizados do Estado e do ex-INAMPS não estão em greve. A adesão tem superado as melhores expectativas da diretoria do Sindicato dos Médicos.

Ninguém pode negar a visibilidade e a repercussão do movimento dos médicos da Prefeitura. Ontem saiu matéria no MGTV e no portal Acessa.com. Hoje, a greve dos médicos foi manchete no Diário Regional e mereceu longa matéria no JF Hoje. Foram mais de 20 inserções em emissoras de rádio AM e FM nas últimas 48 horas. Vários segmentos, inclusive Conselhos Locais de Saúde e Associações de Moradores tem se manifestado por telefonemas e por cartas. Médicos do setor privado têm manifestado grande apoio ao nosso movimento. A Sociedade Independente Amigos dos Bairros da Zona Norte e Distritos de Juiz de Fora enviou carta ao sindicato na qual declara: "vimos hipotecar total solidariedade e apoio ao movimento dos médicos em nossa cidade". A carta se "refere às péssimas condições de trabalho e de salários impostas" aos médicos. A Sociedade repudia o comportamento da Prefeitura e denuncia os mandados judiciais para fornecimento de medicamentos e insumos a usuários do SUS, que não estão sendo cumpridos. Sugere que o Prefeito, pessoalmente, deveria negociar efetivamente uma saída para a crise na saúde da cidade.

*** A Força Sindical, central sindical de São Paulo, manifestou apoio ao movimento dos médicos. Aguardamos a manifestação de apoio da FESUMED, Federação Sudeste dos Médicos.

*** Na onda do movimento dos médicos a AMAC fará uma paralisação no próximo dia 8 de julho. A notícia da paralisação do pessoal da AMAC saiu na imprensa local.

*** A esmagadora maioria das UBSs está parada. É importante destacar que, se os médicos das unidades básicas de saúde resolvessem, no lugar da greve, fazer uma operação padrão, não iriam regressar às UBSs onde trabalham. Muitas não atendem as normas sanitárias que regulam o funcionamento dos consultórios médicos. Alguns locais de atendimento não têm pias. Outros não têm privacidade, e as pessoas não podem conversar livremente com os médicos. Uns não tem condições de iluminação e aeração adequadas. Outros expõe os médicos a grave risco biológico. Em regra o mobiliário não é ergonômico e expõe os médicos a lesões ósseas e articulares. Em nenhuma unidade de saúde há segurança para trabalhar tranquilamente. A insegurança ainda é maior para os médicos que têm vínculo com a AMAC e que estão na iminência de ver seus empregos virarem pó. Essas condições de trabalho deterioradas vão fornecer matéria para um dossiê SUS Juiz de Fora. A idéia é que esse documento, em partes, seja dado a conhecer à opinião pública, via Internet e seja encaminhado ao Ministério da Saúde, ao Ministério Público do Trabalho, ao Ministério Público Estadual.

ENQUANTO ISSO, OS MÉDICOS DA PREFEITURA DE JUIZ DE FORA CONTINUAM SUA LUTA POR UM TRABALHO DECENTE.

Hoje, dia 2 de julho, às 20 horas, acontece mais uma reunião conjunta da Diretoria do Sindicato dos Médicos e do Comando de Greve.

Nenhum comentário:

Arquivo do blog

Sindicato Expresso

SINDMED-JF

SINDMED-JF
A luta sindical na Internet.

PARA INDICAR O SINDICATO EXPRESSO, CLIQUE NO LINK ABAIXO.

Indique este Site!

ASSINE O SINDICATO EXPRESSO - GRÁTIS E RECEBA EM PRIMEIRA MÃO.

Receba Sindicato Expresso por e-mail

Grupos do Google
Participe do grupo Sindicato Expresso
E-mail:
Visitar este grupo