quinta-feira, 15 de janeiro de 2009

MÉDICOS ESPERAM COBRANÇA RAZOÁVEL DOS CONSELHOS REGIONAIS DE MEDICINA.

O COREN RJ anunciou diminuição de anuidade, parcelamento e ajuda para o pagamento da anuidade, que é compulsória. A justificativa dada para a medida foi a crise financeira internacional e as perspectivas de tempos difíceis. Muitos médicos, ao tomarem conhecimento da nota, ficaram na expectativa de que o CRMMG também tenha uma visão mais concreta da realidade. Os doutores não vivem dentro de uma nuvem cor de rosa. Os salários pagos pelos Governos estaduais, especialmente em Minas Gerais, são pífios. Muitas Prefeituras pagam um vencimento básico inicial pouco superior a três salários mínimos mensais. Na iniciativa privada, planos de saúde e cooperativas são demasiadamente preocupadas com o enfoque comercial de suas atividades. Portanto a realidade da maioria dos médicos não é fácil. Excessão feita aos chamados medalhões, a alguns poucos que conseguem bons e raros empregos públicos decentes para médicos, a outros que se dedicam a atividades lucrativas paralelas ou têm o conforto de heranças e fortunas de famílias abastadas. Aguarda-se que os Conselhos Regionais de Medicina preocupem-se com o bolso dos doutores, que anda bastante depauperado. Que parcelem, facilitem, deduzam, diminuam. Que levem em conta a baixa remuneração e as precárias condições de atendimento dos doutores, em especial os que atendem ao sistema público de saúde. Para conhecimento, transcrevemos abaixo a nota pública do COREN RJ.










Em meio à crise financeira internacional e as perspectivas de tempos


difíceis, a Junta Interventora do Conselho Regional de Enfermagem do Rio de


Janeiro (COREN-RJ) reduziu em 31% a anuidade para 2009.




A redução da anuidade era uma antiga reivindicação dos profissionais, que


agora será atendida.




Com o desconto de 31%, a anuidade dos enfermeiros passará dos atuais R$


286,00 para R$ 197,34.




Para os técnicos de enfermagem, o valor passou de R$ 197,00 para R$ 135,93.




Já os auxiliares de enfermagem que pagavam R$ 176,00 passarão a pagar R$


121,44.




E tem mais: quem pagar a anuidade até o dia 15 de fevereiro de 2009 terá


direito ainda a um desconto extra de 10%.




O desconto passa para 7% para quem pagar até 15 de março e para 3% para quem


efetuar o pagamento até 15 de abril.




O profissional que optar em pagar até o dia 28 de fevereiro, pode parcelar a


anuidade em três vezes sem juros e sem multa.




Quanto aos débitos dos anos anteriores poderão ser parcelados em até 18


vezes.




"Quem estiver em débito pode procurar o Conselho para negociar a dívida.


Nosso objetivo é auxiliar o titular, por isso essa preocupação em dar o


incentivo para que os profissionais regularizem sua situação", ressalta


Rejane de Almeida, presidente da Junta Interventora.




A redução da anuidade 2009, os descontos, o parcelamento dos débitos, a


redução de multas e juros são resultado de um intenso trabalho da Junta para


oferecer melhores condições de pagamento para a categoria.




Para o próximo ano o objetivo é valorizar o titular, com cursos, palestras,


eventos, projetos e muito mais.




O profissional de enfermagem merece pois sabemos as dificuldades do


trabalhador.




Diretoria da ABENFO-RJ


Associação Brasileira de Obstetrizes e Enfermeiros Obstetras - Rio de


Janeiro


www.abenforj. com.br


Nenhum comentário:

Arquivo do blog

Sindicato Expresso

SINDMED-JF

SINDMED-JF
A luta sindical na Internet.

PARA INDICAR O SINDICATO EXPRESSO, CLIQUE NO LINK ABAIXO.

Indique este Site!

ASSINE O SINDICATO EXPRESSO - GRÁTIS E RECEBA EM PRIMEIRA MÃO.

Receba Sindicato Expresso por e-mail

Grupos do Google
Participe do grupo Sindicato Expresso
E-mail:
Visitar este grupo