domingo, 2 de novembro de 2008

Fax Sindical 100

FAX SINDICAL100

www.sindmedicos.org.br http://faxsindical.wordpress.com

Ano III ~ Nº. 100 ~ 03 de novembro de 2008.


Eleitores poderão se frustrar com promessas exageradas.

Campanhas caras e recheadas de promessas podem provocar grandes frustrações no eleitorado e fazer as pessoas desacreditarem das instituições.


Campanhas caracterizadas por promessas exageradas voltaram a marcar as eleições brasileiras. Aparentemente as promessas haviam caído em descrédito e virado motivo de piadas e humorismo. Mas elas voltaram com toda a força. Muitos dos candidatos eleitos com bases em muitas promessas não têm nem como realizá-las. Motivo: falta de recursos.

Matéria publicada em O GLOBO, informa que todos os 24 projetos prometidos por Eduardo Paes ficariam em 15 bilhões de reais. O candidato prometeu 83 projetos. E as estimativas de investimento da Prefeitura do Rio de Janeiro não chegam a 800 milhões de reais. O total de despesas da Prefeitura é de 12 milhões de reais previstos para 2009. Ao que parece Paes irá tomar o mesmo caminho de Sérgio Cabral. Esquecerá as promessas.

Campanhas caríssimas e recheadas de promessas correm o risco de causar grande frustração no eleitorado e causar decepção para as pessoas em relação à política e às instituições.

A matéria pode ser conferida em http://tinyurl.com/6xp89d

(mais…)

BELO HORIZONTE:indicativo de paralisação no HPS João XXIII.

Mais um desdobramento na crise dos serviços públicos do Estado de Minas Gerais, os médicos do Hospital de Pronto Socorro João XXIII da FHEMIG, de Belo Horizonte, tiram indicativo de greve.

Melhores condições de atendimento e valorização do trabalho médico dentro do serviço público resumem as queixas dos profissionais daquela unidade. Até aqui as negociações entre Governo do Estado de Minas Gerais e sindicatos médicos têm sido escassas e pouco produtivas. Este ano os médicos da FHEMIG tiveram aumento de apenas 3%, inferior ao IPCA.

A notícia do movimento dos médicos do Hospital João XXIII pode ser conferida emhttp://www.sinmedmg.org.br/?n1=noticia&codigo=353

Blog sobre acontecimentos estranhos nas eleições de Juiz de Fora.

“Eu sei o que vocês fizeram na eleição passada.” Com esse título já está no ar um blog que irá colecionar depoimentos e materiais sobre os fatos ocorridos em Juiz de Fora, no dia 26 de outubro de 2008, e que embaçaram a normalidade das eleições municipais e do processo democrático.

O blog pode ser encontrado no endereço http://transparenciajf.blogspot.com

Esses depoimentos e materiais são um primeiro e importante passo para historiar um dos processos eleitorais mais discutíveis da história recente de Minas Gerais.

Eis a apresentação do blog:

Apresentação 
As imagens ainda não se apagaram em nossas retinas. Janelas se abrindo, cortina correndo, a sala varrida de sol e flores. Era assim a abertura do programa eleitoral da chapa Margarida-Ivan Barbosa, devolvendo a esperança para a nossa cidade recém-despertada do pesadelo Bejani. Era assim que esperávamos o amanhecer da segunda-feira, dia 27 de outubro, pois ninguém podia imaginar que a véspera seria um dia de rapina.

Perder eleições, vencer eleições - é a regra do jogo democrático. Despertar e manipular preconceitos ferozes, difamar, mentir, tramar expedientes desonestos, comprar votos derramando uma quantidade incalculável de dinheiro de procedência desconhecida - foi isso que a cidade viu no dia do 2º. turno das eleições. Por que agora esse silêncio? A polícia viu, mas viu logo depois do ocorrido; ouviu, mas não conseguiu discernir bem o que ouvia no meio do ruído; chegou, mas um pouco depois de acontecer; registrou, mas de modo não conclusivo.

E, no entanto, o eleitor comum, o eleitor que acolheu a proposta da Margarida e também (por que não?) muita gente de boa-fé que votou no Custódio, todos que quisemos ver, vimos, quem quis saber, soube. Os métodos a que recorreu o PSDB para a vitória eleitoral são uma afronta à cidade, uma violência contra a consciência democrática.

Este não é um blog para reivindicar um “3º. turno”, não é um blog póstumo de uma campanha terminada, não é um blog do PT. É um blog em defesa da sociedade, em defesa da ética na política. É um blog que se insurge contra o silêncio, aliado da impunidade. É um blog para você falar, contar o que viu, o que ouviu, o que sabe, um blog para que não fiquemos com vergonha de termos permanecido inertes enquanto se rompia a casca do ovo da serpente.

 

SINDICATOS DEVEM PARTICIPAR DO DEBATE SOBRE PLANOS DE SAÚDE.

Injustificada a ausência de representantes classistas da categoria profissional dos médicos no debate sobre a regulamentação dos planos de saúde.

Comissões fazem debate sobre regulamentação de planos de saúde

Nesta quarta-feira (5) as comissões de Fiscalização Financeira e Controle e de Seguridade Social da Câmara realizam audiência pública conjunta para debater o projeto de lei (PL 4.076/01), do deputado Henrique Fontana (PT-RS), que muda a regulamentação dos planos de saúde. A audiência será às 11h no plenário 9.

Devem comparecer representantes do ministério da Saúde, Tribunal de Contas da União, Agência Nacional de Saúde, Ministério Público Federal, Instituto de Defesa do Consumidor, Associação Brasileira de Medicina de Grupo, Associação Médica Brasileira e Associação Brasileira de Planos de Saúde.

Acreditamos que o debate ficará enfraquecido pela ausência da representação classista dos trabalhadores. Nenhuma entidade sindical médica está relacionada entre os representantes que devem comparecer. Apenas representações classistas patronais: Associação Brasileira de Medicina de Grupo e Associação Brasileira de Planos de Saúde. A Associação Médica Brasileira não é representação classista de médicos.

Nada justifica a exclusão dos sindicatos médicos nos debates sobre planos de saúde.

·                                 Technorati : AMB, Congresso Nacional, FENAM, Hospital,médicos, plano de saúde, saúde, sindicato, sindicato dos médicos 
 ON 1 -NOVEMBRO- 2008 AT 9:57 PMCOMENTÁRIOS (0)
TAGS: AMB, CONGRESSO NACIONAL, FENAM, HOSPITAL, MÉDICOS, PLANO DE SAÚDE, SAÚDE,SINDICATO, SINDICATO DOS MÉDICOS

Sindicalismo cidadão: denúncia de irregularidade de gestor é obrigação moral de sindicato.

SINDICATO DENUNCIA PREFEITO NA POLÍCIA FEDERAL

A prefeita de Passo de Camaragibe foi denunciada na Polícia Federal pelo Sindicato dos Servidores Públicos Municipais. A gestora pública realizou cortes indevidos nos salários dos servidores, caracterizando, segundo a denúncia do sindicato, perseguição política.

Cabe aos Sindicatos o papel cidadão de contestar os atos dos gestores públicos que ofendam a legalidade e que demonstrem comprometimento na moralidade no trato com a coisa pública.

A notícia é de 31/10/08 e pode ser conferida emhttp://www.alemtemporeal.com.br/?pag=municipios&cod=3211

(mais…)

Incapacidade de elaborar políticas decentes de recursos humanos para os trabalhadores do setor público de saúde demonstra descaso dos gestores quanto ao futuro do sistema público de saúde.

GESTORES MOSTRAM DESRESPEITO AO SERVIÇO PÚBLICO DE SAÚDE.

A incapacidade dos gestores públicos para prover uma política decente de recursos humanos para os trabalhadores dos serviços de saúde, pode cair até na má-fé. O Fax Sindical tem registrado inúmeros casos. Em alguns casos há evidente ilegalidade. A gestão tem sido, ao lado do financiamento, citada como um dos problemas do SUS. A gestão de recursos humanos costuma carecer de seriedade.

Em mais um caso, que citamos aqui, governador de estado e secretário de saúde chegam ao extremo de desrespeitar o Ministério Público e o Sindicato, agindo contra acordo definido em termo de ajuste de conduta. Acreditamos que só com penas severas, aplicadas individualmente a esses contumazes agentes do desrespeito aos direitos dos trabalhadores, é que se conseguirá assegurar a moralidade no trato com a coisa pública.

Em Alagoas, inúmeras denúncias foram formuladas pelo Sindprev junto ao Ministério Público Estadual, Procuradoria Geral de Justiça, Corregedoria Regional Eleitoral, Controladoria Geral da União e Procuradoria Regional do Trabalho alegando irregularidades na administração do Sistema Único de Saúde (SUS). No entanto, as respostas estão sendo aguardadas a mais de dois anos.

De acordo com os documentos entregues pelo sindicato aos órgãos competentes, servidores estão sendo contratados sem concursos públicos, pacientes sofrem por falta de medicação, as condições de trabalho são precárias, lavanderia dentro da unidade de saúde funciona com serviços terceirizados.

A notícia pode ser conferida em

http://www.alagoas24horas.com.br/conteudo/?vEditoria=Sa%FAde&vCod=55765

(mais…)

Nenhum comentário:

Arquivo do blog

Sindicato Expresso

SINDMED-JF

SINDMED-JF
A luta sindical na Internet.

PARA INDICAR O SINDICATO EXPRESSO, CLIQUE NO LINK ABAIXO.

Indique este Site!

ASSINE O SINDICATO EXPRESSO - GRÁTIS E RECEBA EM PRIMEIRA MÃO.

Receba Sindicato Expresso por e-mail

Grupos do Google
Participe do grupo Sindicato Expresso
E-mail:
Visitar este grupo